Roteiro completo para visitar as sequoias Califórnia

Resumo do Post

As sequoias sempre estiveram na minha memória visual desde criança. As maiores árvores do mundo têm em média mais de 2000 anos, algumas chegam a ter 4000 anos, e são muito resistentes ao fogo. Conhecemos a parque nacional das Sequóias em julho de 2021. O parque fica no coração da cadeia de montanhas de Sierra Nevada, na Califórnia e foi nossa 1ª parada entre vários parques nacionais que conhecemos neste inesquecível road trip.

Ele foi aberto em 1890 e é considerado um dos parques nacionais mais antigos dos Estados Unidos.

Estou escrevendo este post exatamente na semana que a foto da maior árvore do mundo, a General Sherman, foi embrulhada em um material de alumínio para protegê-la dos incêndios que estão chegando perto de mais do parque das sequoias. A combinação de uma seca prolongada, ondas de calor extremo e as mudanças climáticas provocadas pela ação do ser humano estão causando impactos muito negativos na California, e as sequoias estão sendo ameaçadas. Vimos de perto toda esta tragédia, em vários parques, com muitas florestas destruídas, e estradas fechadas e desviadas por causa do fogo. A mudança climática é uma realidade e grande motivo de preocupação.

Eu já sabia do tamanho das sequoias, mas quando nós chegamos na base daquelas árvores e não conseguimos ver seu topo, nos damos conta da magnitude da natureza e como ela é absolutamente perfeita. Conto abaixo um pouquinho da nossa experiência neste lugar magnífico.

https://www.sequoiaparksconservancy.org/

Curiosidades e dicas práticas para saber:

Ursos: O número de placas avisando aos visitantes para não deixarem comida dentro do carro, em um 1º momento assusta. Mas a verdade é que os ursos estão em seu habitat natural, nós humanos é que estamos de visita no parque nacional. Deixar comida fora dos armários `anti-ursos` pode gerar multa e uma grande dor de cabeça, então a ordem é seguir absolutamente todas as regras.

Posto de Gasolina: O parque não possui postos de gasolina, então tenha sempre seu tanque de gasolina cheio para não passar um aperto.

Roupas, Protetor Solar, Repelentes: Estivemos no parque no verão, então um tênis confortável, boné, muito protetor solar, repelente, garrafa de água, óculos escuros, foram fundamentais para caminhar muito neste parque incrível.

Comida dentro do parque: As opções para comer dentro do parque são bem limitadas. Então considerando que passamos praticamente o dia todo por lá, é bom levar um sanduiche, sucos, e biscoitos, mas é importantíssimo lembrar que nenhuma comida pode ser deixada no carro em função dos ursos.

Estacionamentos: O parque é muito sinalizado, as estradas são boas, porém os estacionamentos perto das principais atrações são limitados. No verão o parque disponibiliza ônibus que circulam regularmente entre as áreas de estacionamento e os lugares de interesse como um `hop on hop off“. Na minha opinião, o carro acaba dando mais liberdade de tempo, e circulação e os oníbus são cheios, então minha dica é, chegue bem cedo e vá direto para a atração mais cheia que é a maior árvore do mundo, a General Sherman.

Quanto custa: O ticket para entrar no parque por carro custou US$35,00 e era válido para entrada por 3 dias consecutivos (referência de julho 2021). E cada ticket vale para a entrada nos 2 parques: Sequoia National Park e Kings Canyon. Os 2 são interligados pelas estradas, mas cada um tem sua própria administração.

Quantos dias ficar: Considerando que o ticket é válido para os 2 parques, o ideal é ficar 3 dias cobrindo as principais atrações. Nós ficamos 1 dia em cada um, e foi bem corrido e cansativo já que as distâncias eram bem longas.

2 Entradas para o Parque: Lembrando que o Parque das Sequoias é integrado ao Parque Kings Canyon, existem 2 entradas principais. A estrada CA 198 East é a entrada para quem vem pela cidade de Visalia e Three Rivers, e a estrada CA 180 East é a entrada para que vem pela cidade de Fresno e a rota vai direto ao Kings Canyon National Park.

Shuttles dentro do parque: No verão de 2021 shuttles foram disponibilizados dentro do parque cobrindo as principais atrações e era `free`. Nós chegamos a pegar um deles, porém a experiência que tivemos não foi muito boa. Havia muita gente, muita fila, poucos ônibus e demorava muito o intervalo entre um e outro, então perdermos um pouco de tempo. Mas esta experiência foi muito pessoal, já que era verão e um final de semana que tradicionalmente já atrai mais gente. É importante avaliar se o shuttle vale a pena, já que os estacionamentos também são limitados dentro do parque.

Rotas para chegar:

Como estávamos em Miami, voamos até Los Angeles, alugamos um carro que ficou com a gente por 3 semanas para esta road trip em julho de 2021.

De Los Angeles, até o parque das Sequoias são em torno de 320km. Mas se você partir de San Francisco que também tem muitas opções de voo são 420km. Existem algumas cidades perto do parque que os visitantes podem se hospedar como Three Rivers, Visalia, Fresno e Tulare. Nossa escolha, por disponibilidade de quartos e pela proximidade foi a pequena cidade de Three Rivers.

O que conhecer dentro do Parque das Sequoias:

Tunnel Rock

Esta foi nossa 1ª parada ao entrar pela estrada principal do Parque das Sequoias. Seguimos de carro pela rodovia General Highway que já fica dentro do parque, estacionamos e caminhamos até o túnel de pedra. O lugar impressiona e vimos visitantes subir até o topo da pedra, mas confesso que não achei muito seguro. Por outro lado, posso garantir que ver o tunnel Rock da estrada já é bem bacana. O túnel foi escavado na rocha e o lugar rende lindas fotos.

Hosptial Rock

Esta foi praticamente nossa 2ª parada. Havia um estacionamento pertinho para vermos estas rochas tão interessantes que possuem desenhos indígenas em uma coloração avermelhada. É bem bacana. Vale esperar uma vaga de estacionamento e caminhar até as rochas. A rota é bem curta.

Moro Rock

No caminho para a Floresta Gigante fizemos uma parada bem legal em um mirante para ver o incrível Moro Rock uma rocha enorme que pelo que eu li, é possível subir, mas nós não tivemos tempo (e talvez nem coragem). Mas eu já fiquei mega feliz de poder apreciar Moro Rock deste mirante tão bacana. Geralmente todos estes mirantes têm lugares para estacionar. Mas são sempre bem poucas vagas, então chegue cedo. Por outro lado, o que sentimos é que as pessoas param, observam, tiram fotos e seguem de carro. Então a rotatividade de chegada e saída de carros é grande, abrindo rapidamente novas vagas.

Floresta Gigante

Entrar na floresta gigante de carro, na minha opinião foi como entrar em um lugar absolutamente mágico. Os carros pareciam formiguinhas aceleradas no meio daquelas milhares de árvores robustas e que era impossível ver o seu topo. Eu queria ter caminhado por todas aquelas árvores, mas não encontramos nenhum lugar para estacionar e decidimos seguir. Um dos lugares mais bacanas que já estive na vida!

Museu da Floresta Gigante e The Sentinel

Esta foi nossa 3ª parada. Infelizmente o museu não estava aberto, acho que em função da pandemia, mas este é um centrinho que vale a parada, principalmente para ver a árvore The Sentinel que é considerada uma sequoia média, mas não menos perfeita que a General Sherman que é a grande atração do parque.

A Maior Árvore do Mundo – General Sherman

Seguimos para a principal atração do parque: a maior árvore do mundo se chama General Sherman em homenagem a um dos líderes da guerra civil americana, Willian Sherman. Ela é a maior em volume, e fica cercada. Não é possível se aproximar dela, mas de onde podemos ver, já é absolutamente único e magnifico. Estacionamos o carro, (não foi fácil achar uma vaga) e seguimos por uma trilha fácil, muito sinalizada e organizada e de mais ou menos 5km. A trilha foi o lugar que eu mais gostei do parque porque são inúmeras árvores gigantes onde é possível caminhar com calma, chegar bem perto, fotografar e se encantar com toda aquela natureza perfeita.

Lodgepole – Market Center

Resolvemos seguir de shuttle para chegar até o Lodgepole e comprar alguma coisa para comer. Não tínhamos levado nada, somente água. Tudo o que conseguimos foi um sanduiche frio, um suco e um M&M de sobremesa. Este é um ponto importante sobre a alimentação nos parques. A oferta de comida é muito limitada, então para não passar aperto leve alguma coisa para comer, porém não deixe no carro de jeito nenhum em função dos ursos. Eles sentem o cheiro de longe, e você pode levar uma multa se deixar qualquer tipo de alimento dentro do carro.

Crystal Cave  

Trata-se de uma caverna de mármore única com com estalagmites e estalactites. Infelizmente não conseguimos conhecer esta maravilha de perto. Ela fecha cedo, é necessário comprar o ingresso antecipadamente o que não sabíamos. Para quem tem um tempinho extra no parque com certeza vale ir até lá, as fotos são belíssimas.

Qual cidade escolher para visitar o Parque das Sequoias – Onde ficar

Pesquisamos muito para decidir qual seria a melhor cidade base para visitar o parque das sequoias, já que sabíamos que as distâncias dentro do parque eram grandes e iriamos passar muito tempo dentro do carro dirigindo. É importante considerar que o verão é uma época muito procurada por viajantes para visitar os parques nacionais. Então quanto antes as reservas de hotéis forem feitas, menos risco das hospedagens se esgotarem. Ai vão algumas opções de cidade:

– Three Rivers: Esta foi nossa escolha de cidade base. A verdade é que o verão é muito concorrido e os quartos se esgotam rápido. Conseguimos nos hospedar no Best Western de Three Rivers que fica a 10km do parque das Sequoias. A cidade é bem pequena com em torno de 3 mil habitantes. Os hotéis são simples, mas atendem bem ao que precisamos: dormir bem para estar preparado para caminhar muito no dia seguinte.

– Visalia: Já é uma opção de cidade com mais infraestrutura com mais disponibilidade de hotéis. Fica a 56km de distância do parque das sequoias e tem em torno de 132 mil habitantes. Nós até tentamos buscar um hotel na cidade, mas estavam todos lotados.

– Tulare: A cidade fica a 74km do parque das sequoias e possui em torno de 64 mil habitantes. É uma cidade pequena, mas tem várias opções de hotel.

– Fresno: É uma opção mais longe do parque das sequoias, em torno de 128km. Mas é uma cidade média, com bastante infraestrutura com 525 mil habitantes.

https://www.nps.gov/seki/index.htm

4 respostas

  1. Fiquei encantada com este parque, muito obrigada por acompanhar o Viajando com Historia, grande abraco

Deixe um comentário

Adriana Direne

Adriana Direne

Apaixonada por viajar e trazer muitas histórias pra contar

Booking.com